New

Gilmário Vemba acredita que suas conquistas incentivam angolanos a chegarem mais longe

 

Gilmário Vemba acredita que suas conquistas incentivam angolanos a chegarem mais longe

Satisfeito com a recepção do público nas províncias em que já realizou a sua tournée denominada “Temas”, Gilmário Vemba, em conversa ao PlatinaLine, acentuou que as suas conquistas incentivam geralmente muitas pessoas a chegarem mais longe no que diz respeito à concretização profissional.

“Até agora tem corrido bem, já estivemos em três cidades: Ndalatando, Malanje e Uíge, e a sensação foi de que as pessoas gostaram muito e isto para nós é o mais importante. Agora vamos para o Huambo e Bié. O sentimento é de orgulho e também de visão. As pessoas de forma geral sentem que é possível chegar mais longe e sentem-se de alguma forma representadas nas minhas conquistas”, enfatizou.

“Temas” é um conjunto de vários temas (assuntos) que são transversais a todas as sociedades, como: religião, brigas, exercícios físicos, política, hábitos e costumes, ou seja, é um espectáculo que não falha o alvo, porque ele aponta para todos”, esmiuçou o humorista em relação ao tema de abordagem da sua tour.

Gilmário sublinhou que vai encerrar a tour em Luanda, mas a intenção é abranger mais cidades tanto a nível nacional como internacional.

“Luanda vai receber as vivências de todos os outros espectáculos. Na verdade, a tour continua, porque continuamos com o mesmo espectáculo. “Temas”, estamos é tentar fazê-los em mais cidades possíveis, no final vamos contabilizar todos. Os de Angola, Portugal, Moçambique e, quem sabe, outros países. Em Moz vou fazer 4, em Portugal fizemos 83 (localidades)”, expressou.

 

  RECOMENDO VOCÊ BAIXAR;👇👇

                   2R – Kissângua (EP)

 

 

CEO: ANTÓNIO CLÉVER

António Cléver

Cléveer News uma plataforma musical de divulgação em angola, temos objetivo de promover conteúdos da cultura angolana e não só, temos um objetivo de internacionalizar a nossa plataforma.

Leave a Comment

Discover more from Download Mp3

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading